Ensaios em concreto endurecido:

O objetivo é avaliar a resistência do concreto após o processo de cura. Consiste na aplicação de uma carga gradual e progressiva sobre corpos de prova cilíndricos ou prismáticos de concreto. Esse processo é essencial para verificar se o concreto atende aos requisitos de resistência especificados em projeto, garantindo a segurança e a qualidade de toda a estrutura.

Ensaios não-destrutivos em estrutura de concreto:

São métodos de avaliação que permitem verificar as condições e propriedades do concreto sem danificar a estrutura. Esses ensaios são fundamentais para identificar fissuras, descolamentos, vazios e corrosão de armaduras, problemas que podem comprometer a segurança e a durabilidade da estrutura.

Ensaios destrutivos em estrutura de concreto.

São procedimentos que envolvem a remoção de amostras do concreto para análise em laboratório. Isso pode incluir testes de resistência à compressão, análise química, determinação da permeabilidade, entre outros. Esses ensaios são importantes para avaliar a qualidade e as propriedades do concreto, bem como identificar possíveis falhas ou problemas estruturais.

Ensaio em concreto fresco

São realizados logo após o preparo da mistura e antes de seu endurecimento. Essenciais para garantir a qualidade e adequação do concreto para uso em construções, esses ensaios incluem testes como consistência, massa específica e teor de ar, que avaliam a fluidez, densidade e presença de ar na mistura, respectivamente. Tais ensaios garantem que o concreto atenda aos requisitos de resistência, durabilidade e trabalhabilidade necessários.